segunda-feira, 16 de junho de 2008

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Eu só quero VIVER


Muitas vezes na vida precisamos abrir mão de coisas importantes, da companhia de alguem muito amado, do lugar onde conhecemos o chão, o cheiro, as cores.
Mas isso por motivo verdadeiramente importante.
Motivo viver.
Mas sabe, talvez isso seja viver mesmo.
Não consigo pensar que estar paralizada e com tudo muito organizado e arrumado seja felicidade de verdade. Pelo menos não pra mim.
Confesso que o tempo que estive aqui no Rio, não me deu muita vontade de procurar as pessoas.
As poucas que encontrei me pareceram tão infelizes e perdidas num mundo de fantasia que está gasto por tantas mentiras e equívocos. Pessoas que preferem ser fieis a sociedade a serem fiéis a si mesmo.
Pode ser que esteja enganada, mas a futilidade está reinando por aqui. Ninguem está podendo ouvir ninguem de verdade. Nem quer falar de verdade sobre si. Tá tudo no superficial supérfulo.
E aí fiquei marginal, a margem.
Sou a que deixa tudo pra me aventurar. A que não sossega. Não se estabiliza. A que cada dia quer uma coisa diferente e que não se submete "a vida".
"Não se dobra a realidade."
"Ainda não entendeu que a vida é assim mesmo, monótona e sem grandes possibilidades de diferentes coisas."
"Não dá pra ser adolescente o tempo todo!"

Sabe o que não dá?
Não dá pra me separar de meus filhos.
Não dá para não ser coruja deles.
Não dá pra deixar de olhar, olhar tudo que a natureza tem a oferecer de graça.
Não dá pra ignorar o poder de criação dos homens em muitas cidades.
Não dá pra deixar de sorrir a toa,
de lutar por justiça,
de se rebelar contra o que está errado,
de dançar em qualquer lugar quando se ouve uma música boa,
de beijar na boca quando se tem vontade, seja onde for.
Não dá pra deixar o tesão de lado.
Não dá pra deixar de ir pra Raça ver o Flamengo jogar.
Estou viva!
Quero celebrá-la todos os dias.
Agradecer ao Eterno a possibilidade de poder vivê-la plenamente.

sábado, 22 de março de 2008

As vzs tem chuva...


Praça XV, Rio, ao fundo Paço Imperial


Mas continua tudo tão lindo...
Existe beleza em tantas coisas que debaixo do guarda-chuvas não podemos ver...

sábado, 8 de março de 2008

Gente é pra brilhar!!!

Erlaine emocionad e Matheus
Meninas lindas
Crianças lindas e inteligentes, MUITO!!!

Sabado passado sai de casa depois do almoço de van e depois ônibus numa viagem de mais de 1 hora até um lugar chamado Santa Izabel, depois de Alcantara, São Gonçalo. Ninguém estava "podendo" ir comigo, levei comigo o David, minha sobrinha Ciça e a moça q cuida de vovô, Rose.
Foi aniversário de 1 ano do filho de Erlaine. Ela trabalha na casa de mamãe desde adolescente. Hoje deve ter 30 anos. Essas fotos que tirei lá estão lindas, são o nosso retrato. O retrato de gente que é pra brilhar e não pra lutar tanto pra tão poucos resultados. Que destino terão essa gente sem educação, sem estrutura básica digna? Caetano vai dizer por mim do que precisam.

Gente

Gente olha pro céu
Gente quer saber o um
Gente é o lugar
De se perguntar o um
Das estrelas se perguntarem se tantas são
Cada, estrela se espanta à própria explosão
Gente é muito bom
Gente deve ser o bom
Tem de se cuidar
De se respeitar o bom
Está certo dizer que estrelas
Estão no olhar
De alguém que o amor te elegeu
Pra amar
Marina, Bethânia, Dolores,
Renata, Leilinha,
Suzana, Dedé
Gente viva, brilhando estrelas
Na noite
Gente quer comer
Gente que ser feliz
Gente quer respirar ar pelo nariz
Não, meu nego, não traia nunca
Essa força não
Essa força que mora em seu
Coração
Gente lavando roupa
Amassando pão
Gente pobre arrancando a vida
Com a mão
No coração da mata gente quer
Prosseguir
Quer durar, quer crescer,
Gente quer luzir
Rodrigo, Roberto, Caetano,
Moreno, Francisco,
Gilberto, João
Gente é pra brilhar,
Não pra morrer de fome
Gente deste planeta do céu
De anil
Gente, não entendo gente nada
Nos viu
Gente espelho de estrelas,
Reflexo do esplendor
Se as estrelas são tantas,
Só mesmo o amor
Maurício, Lucila, Gildásio,
Ivonete, Agripino,
Gracinha, Zezé
Gente espelho da vida,
Doce mistério