sexta-feira, 18 de maio de 2007

Regressando. Voltando pra casa. Saindo fora.

Hoje à noite quando abri meu msn encontrei ao lado dos nomes desse trio mensagens como, Acaboooooooou! Tô indo embora... e Vou sentir sua falta!
Esses três moravam na mesma casa que eu fiquei em Maryland. São estudantes de psicologia da USP que passaram num concurso e foram estudar na Universidade por um tempo, tendo q produzir lá metas estipuladas pelas duas Universidades. Todos 3 são brilhantes. Todos 3 diferentes um do outro. Todos 3 com 21. Todos 3 meus amores, na foto, Gabriela, eu, Thais e Victor.
Resolvi escrever para eles nesse momento de despedida, e escrevi isso:



Quando cheguei no msn hoje, encontrei os recadinhos de vcs, uns para os outros.
Fiquei olhando e pensando.
Como é bom poder ter esse tipo de esperiência na idade de vcs, idade onde a novidade é uma aventura.
Como é bom poder ter a disposição de andar de bicicleta na neve, pensar em ir andando até o metrô carregando malas, dormir em laundry, pegar chuva em noite fria, aprender a cozinhar, brincar na neve, dar risada...
Vcs se permitiram viver. Viver o novo, o diferente. Vcs se permitiram se testar, se adaptar.
São pessoas lindas que aprendi a gostar. Pessoas que para o resto de minha vida estarão no meu coração. Foram poucos, mas muito bacanas os nossos momentos.
Desejo a vcs que depois dessa temporada aí, vcs venham para o mundo de cá, com a certeza de que podem o que quiserem e q são donos dos seus destinos, não precisam mais de ninguém, aprenderam q podem sobreviver sozinhos (claro q com um leptop ajudando tbm,rs).
E por favor, não percam jamais essa alegria, simpatia, astral. Envelhecer, amadurecer, não é esquecer o quanto é bom ser jovem. Lembrem-se pra sempre. Lembrem-se quando estiverem com seus filhos e netos para poder dar a eles a liberdade de serem crianças e jovens tbm.
E não percam a juventude que vcs hoje tem, nunca. Carreguem pra sempre com vcs e acione sempre q precisarem amolecer, que sentirem que vão estar parecendo uns velhos chatos.
Eu adoro vcs!
Desejo de coração que o retorno para casa, seja um início de um novo tempo.
Uma nova vida, uma vida onde o horizonte se estende mostrando que não existem diferentes culturas e linguas nesse nosso planeta. Somos UM.
O que fazem as distâncias entre os povos é o medo, medo do diferente. É falta de confiança em si mesmo. Coisa que vcs não tem.
Boa sorte a todos!
E Espero que quando vcs desejarem voltar qualquer dia, já tenhamos uma beautiful home pra recebermos vcs. Vou ficar MUITO FELIZ!!!
Muitos Beijos!!!

9 comentários:

Dani Fariah disse...

teste

Dani Fariah disse...

Eu recebi isso do Victor...

Enviado: sexta-feira, 18 de maio de 2007 01:06:14
Para: derfele@msn.com
Assunto: Re:Acabou, tô indo embora, vou sentir sua falta...



Querida Dani,


Estava revendo fotos e fazendo uma auto-reflexao de tudo que passei aqui e de tudo aquilo que acontceu, de bom e de ruim. No inicio estava bastante dificil, se acostumar a ficar longe de casa e de todos que sempre me cercam. O Scott querendo que vc chegasse, mas vc ainda nao tinha vindo.

Quando vc chegou o humor desta casa mudou, tudo parecia mais animado, mais alegre, mais legal, eu tinha mais vontade de fazer as coisas...quando me sentia so eu tinha vc ao lado da minha porta para conversar, perguntar, questionar, e o melhor de tudo escutar e aprender bastante.

Com vc aprendi a olhara vida de um jeito diferente, aprendi ser eu mesmo, mesmo quando olho para os outros e eles parecem nao me aceitar assim. Agradeco imensamente tudo o que vc fez para mim.

saiba que vc sempre ficara naminha lembranca e no meu coracao. Jamais vou te esquecer e a mae que vc foi para nos. Sempre que desejar ir a sao paulo as portas da minha casa estarao aberta e pode reservar um quarto para mim na sua casa aqui que logo mais volto para perturbar vcs...

beijos, saudades,

Victor.

Dani Fariah disse...

Como amo viver!!!

Iara Alencar disse...

Querida Dani, que bom que voce esta na batalha!!

Sabe, viver é bom.
eu fico me perguntando, vale a pena ter grana e nao ser feliz?

prefiro comer arroz e carne moida e ser feliz.

admiro muito mesmo, pessoas como voce, e estes tres ai de cima, pela coragem, astucia, vontade e luta.
Gosto de pessoas disposta a mudar tudo, a recomeçar.
Adoraria receber um convite para passar uns tres meses em algum lugar do mundo, o duro que agora estou com carteria assinada...estou presa de novo..
tenho uma noticia interessante pra te dá..

jose disse...

Devuia ser um tal de Tia Dani pra ca, Tia Dani pra la...fico so imaginando Tia Dano cuidando da galera, os pais deles não perdem por esperar neste regresso, terão filhos muito mais dcididos e dedicados do que partiram, e Tia Dani é parte deste processo....

Dani Fariah disse...

Não me chamavam de Tia, mas me chamavam o dia inteiro.
Até ensinar a cozinhar eu ensinei...
São maravilhosos. Todos.
Beijoks mestre Jô!
Te AMO!!!

Iara Alencar disse...

eu sei cozinhar..

querido ambrosio...ou seria jose!!??

jose disse...

Tambem não morro de fome na cozinha, sou razoaelmente bom....Iara depois que minha senha sumiu, vi voce mandando alguem usar a senha do Gmail, testei e deu certo, mas la so aparece o primeiro nome...meu Ego trip fica sendo o Jose.......

Dani bom finde proce milnhalinda.

jose disse...

Um belo dia eu me tornei mais tranquilo,não perguntem o porque,nem eu sei. So sei que aprendi a ser mais ponderado, mais comedido a aceitar mais os erros alheios.... Um novo horizonte se abriu e descortinou-se uma nova vida...obrigado.